ASSU NET

ASSU NET

Rádio Princesa do Vale

Acompanhe a Rádio Princesa do Vale ao Vivo

domingo, 6 de dezembro de 2015

Potiguares são aprovados para serviço voluntário no Rio 2016.


Fernanda Dias - voluntária Rio 2016 - Natal-RN (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)Fernanda foi voluntária na Copa e será de novo no Rio 2016 (Foto: Inter TV Cabugi)

O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos do Rio 2016 divulgou a lista inicial com 50 mil nomes aprovados para o trabalho voluntário durante as competições. Entre os aprovados, a estudante potiguar Fernanda Dias conta que ficou surpresa quando viu seu nome na lista. Eu pensei que não ia ser selecionada porque demorou muito para chegar. Todo mundo estava falando, aí eu entrei no site e meu nome ainda não estava publicado. Depois, quando vi meu nome lá, foi uma grande surpresa. Estou animada - confessa. Fernanda foi voluntária na Copa do Mundo e vai repetir a experiência no ano que vem. Aos 27 anos, ela trabalha como atendente em uma empresa e diz que se interessa pela prática dos idiomas estrangeiros nos megaeventos. Eu me voluntariei porque eu queria praticar idiomas. Como eu estudo sozinha, então eu vi que esses grandes eventos seriam uma boa para mim. Eu posso praticar porque vêm pessoas de fora e é um evento de grande proporção - explica.
Nele Nelson Machado -  voluntário Rio 2016 - Natal-RN (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)Nele Nelson Machado trabalha como bibliotecário em Natal (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)
Outro potiguar que aprovou a experiência de trabalho voluntário na Copa e vai repetir no Rio 2016 é Nele Nelson Machado. O bibliotecário, de 45 anos, acredita que o intercâmbio cultural é o mais importante legado para quem participa do Programa de Voluntários. É outra configuração. São várias modalidades que irão competir e eu espero que supere a expectativa que foi a Copa. O intercâmbio com pessoas de outros países é legal. Para mim, na Copa, foi muito bom isso. Fiz amizade com pessoas de outros países e mantemos um vínculo de amizade - afirma. Ele lembra que o que mais marcou durante o Mundial de 2014 foi a simulação de abertura do evento em Natal. O que mais me marcou no evento foi a escolha de voluntários para simular a abertura do jogo entre Grécia e Japão. Eu fui escolhido e participei da simulação como voluntário, da abertura dos jogos. Então para mim foi uma emoção muito grande - conta. Os Jogos Olímpicos terão voluntários de 151 países que ajudarão no funcionamento do evento em diversas funções. As áreas de atuação tem apoio operacional, idiomas e atendimento ao público.
Por Natal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário