ASSU NET

ASSU NET

Rádio Princesa do Vale

Acompanhe a Rádio Princesa do Vale ao Vivo

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Presidente do Corintians confirma desistência do Estadual e lamenta: ‘Fico arrasado’

De acordo com o presidente do clube, Lobão Filho, a desistência se deu por motivos financeiros



Lobão confirmou desistência do Corinthians do Estadual (Foto: Wellington Rocha/Portal No Ar)
Lobão confirmou desistência do Corinthians do Estadual (Foto: Wellington Rocha/Portal No Ar)
Mais um clube desiste da participação no Campeonato Potiguar 2016. Após o Santa Cruz confirmar a saída da competição, o Coríntians de Caicó segue o mesmo caminho e não participará do Estadual no próximo ano.
De acordo com o presidente do Galo do Seridó, Lobão Filho, a desistência se deu por motivos financeiros. Ele revelou que os principais patrocinadores de outras temporadas não se comprometeram a financiar a participação no campeonato que começa daqui a um mês.
“Faltou apoio financeiro. A Prefeitura já disse que não vai ajudar por causa da crise hídrica. O comércio de Caicó que sempre ajudava, também não estava ajudando”, revelou.
Em entrevista ao portalnoar.com, o dirigente lamentou a falta de apoio e se disse triste pela decisão, tomada após reunião da diretoria da equipe caicoense.
“Como presidente e apaixonado pelo Corintians, inclusive venho mantendo o clube praticamente sozinho nos últimos cinco anos, eu fico muito triste e arrasado por não participar. É uma tristeza muito grande deixar a primeira divisão, tendo a vaga garantida, por falta de patrocínio. O que eu pude fazer, eu fiz”, declarou.
Ainda segundo Lobão, o Galo carecia de pelo menos R$ 30 mil mensais para disputar o Potiguarzão. No entanto, até agora, só estavam garantidos cerca de R$ 8 mil.
Apesar das dificuldades, o presidente corintiano foi contundente ao comentar que seguirá lutando pelo futebol da equipe campeã potiguar em 2001 e vice nos anos de 2003 e 2010.
“Enquanto eu existir dentro do Corintians, o futebol não vai acabar. Eu sempre vou tentar a permanência no futebol para voltar à primeira divisão. Esse ano não vamos participar, porque não temos condições, realmente. Se eu tiver condições, eu vou colocar o time na segunda divisão, sim”, frisou.
Parceria
Na reunião realizada nessa segunda-feira (21), também foi debatida uma parceria com uma empresa paulista, segundo falou Lobão. De acordo com as informações do presidente, a negociação não foi adiante por não apresentar garantias suficientes ao Galo do Seridó.
Galo do Seridó foi campeão em 2001 (Foto: Wellington Rocha)
Galo do Seridó foi campeão em 2001 (Foto: Wellington Rocha)
“Um grupo de São Paulo queria fazer uma parceria com a gente, mas algumas cláusulas não nos davam garantias. Por exemplo, se eles abandonassem o campeonato, como ficaria a situação dos jogadores. Quem iria pagar?”, manifestou.
Outro ponto listado por Lobão foi a cerca da falta de participação da diretoria caicoense nas decisões e acrescentou que era a única opção para disputar o campeonato.
“Eles queriam tomar conta do futebol, mas o Corintians não tinha direito de opinar, até mesmo o presidente. Então, a diretoria não aceitou. Essa era única forma de fazer o clube participar”, comentou.
Luta anual
Os últimos anos foram delicados para o Alvinegro do Seridó. Já neste ano, em novembro, em solenidade de lançamento do plano de marketing do Estadual de 2016, Lobão havia cogitado a não participação do clube.
“Pelo amor de Deus me ajudem a disputar esse campeonato, nem que seja pela última vez. Não tenho mais apoio de governo, estou esgotado. Mas, quero que meu time participe. Se tivermos de ser rebaixados, que seja dentro de campo. Quero que os empresários me ajudem”, implorou Lobão que informou que no momento seu clube não conta com condições alguma de disputar o Estadual.
Em 2014, a disputa do Campeonato Potiguar de 2015 também ficou ameaçada. No entanto, Lobão Filho acabou confirmando a participação.
FONTE: PORTAL NO AR.COM.Por Heilysmar Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário