ASSU NET

ASSU NET

Rádio Princesa do Vale

Acompanhe a Rádio Princesa do Vale ao Vivo

quinta-feira, 7 de julho de 2016

NAMI: Dirigente aponta gráfico de violência contra a mulher e ao idoso como 'gritante' em Assú e região.

Foto: Reprodução
Responsável pela coordenação pedagógica do Núcleo de Atenção à Mulher e ao Idoso (NAMI), localizado na cidade do Assú – hoje instalado no prédio-sede da prefeitura municipal – a assistente social Maria das Graças Mesquita, apesar do advento da Lei Maria da Penha, os registros de violência praticados contra a mulher continuam a se apresentar, na cidade e região, num patamar considerado absurdo.
Sem citar dados oficiais, Maria das Graças Mesquita afirmou, entrevistada na manhã desta quinta-feira (07), pela Rádio Princesa do Vale AM, qualificou o problema como “gritante” e enfatizou que situação semelhante se observa em relação aos idosos.
Maria das Graças Mesquita ressaltou que a Lei Federal nº 11.340, conhecida como Lei Maria da Penha, apesar de estabelecer penas rígidas para agressores muitas mulheres se sentem amedrontadas, uma vez que a agressão física invariavelmente vem seguida de ameaças, o que inibe o índice de casos registrados formalmente.
No tocante a violência contra os idosos, a coordenadora pedagógica do NAMI salientou que esta tem sido praticada na maioria das vezes por familiares dos agredidos.
A recomendação em qualquer espécie de violência contra mulher ou idoso é que a vítima procure a Delegacia de Polícia Civil e oficialize a denúncia contra o agressor, ou diretamente no próprio NAMI.
Outra opção para denunciar agressões contra a mulher é a Central 180 – ligação gratuita.
FONTE: BLOG PAUTA ABERTA

Nenhum comentário:

Postar um comentário