Pedrinho Eletromóveis

Pedrinho Eletromóveis

Rádio Princesa do Vale

Acompanhe a Rádio Princesa do Vale ao Vivo

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Presidente da FNF critica ausência do Estado no JL: "Não temos apoio"

  A decisão da Justiça que obriga a Federação Norte-rio-grandense de Futebol a desocupar o Estádio Juvenal Lamartine, em Natal, em um prazo de 60 dias, pegou de surpresa o presidente da entidade, José Vanildo da Silva. Ao GloboEsporte.com, o dirigente falou que a medida adotada em caráter liminar terá um recurso contrário por parte da FNF, que espera recuperar a posse do local e ter a compreensão do governo quanto aos projetos desenvolvidos para as categorias de base do futebol potiguar. Nós não temos qualquer apoio do Estado para a manutenção do estádio. O Estado judicializou isso, acho até sem necessidade. É uma surpresa para mim, porque não vejo como sustentar uma liminar sem as devidas justificativas. Não ficou comprovada a existência de projetos, de orçamento destinado, de qualquer ação da Secretaria Estadual de Esportes para o JL - criticou Vanildo.
RN - José Vanildo FNF Lançamento Plano Comercial Campeonato Potiguar 2016 (Foto: Augusto Gomes/GloboEsporte.com) 
José Vanildo critica falta de apoio do governo à federação
(Foto: Augusto Gomes/GloboEsporte.com)
Sem receber jogos oficiais de profissionais há vários anos, o JL é palco apenas para as categorias de base e treinos de clubes de menor porte. Esse ano, a FNF criou uma escolinha de futebol, voltada para o público infantojuvenil, com recursos próprios, mas ainda não está em atividade. Espero que o governador seja sensível com a FNF. A minha preocupação é com esse estado de insegurança jurídica, que tem causado um desconforto muito grande para os desportistas potiguares. Vou tentar uma reunião com o governador para expor a real situação. A FNF não quer ser dona do JL, mas a FNF é um instrumento social para manter o futebol do Rio Grande do Norte e precisa do estádio para desenvolver a base do futebol. É o berço do nosso futebol e precisa ser preservado - ressaltou. A Ação de Reintegração de Posse foi ajuizada pela Procuradoria Geral do Estado este ano, depois que a FNF se recusou a devolver o estádio. A decisão do juiz Geraldo Antônio Mota, da 3ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Natal, levou em consideração o estado de depreciação do imóvel e a estrutura que necessita de reparos considerados urgentes. A sentença inclui uma pena de reintegração compulsória caso a FNF não cumpra o prazo. A procuradora de justiça Marjorie Madruga contou que no planejamento para a retomada do local está prevista a construção de uma praça-parque para a realização de atividades esportivas e culturais. Existe também, paralelamente a isso, uma decisão do Tribunal de Justiça, de dezembro de 2014, que tombou o Juvenal Lamartine e determinou que o Estado faça a recuperação da estrutura. Para que a gente possa cumprir a decisão do Tribunal de Justiça, de recuperar o bem e preservá-lo, nós precisamos retomar a posse da Federação, que não cuidou do bem como devia ter cuidado - explicou Marjorie.


MONTAGEM - Estadio Juvenal Lamartine Natal (Foto: Fred Gomes)Juvenal Lamartine é o berço do futebol do RN, mas sofre com pouca infraestrutura
(Foto: Fred Gomes/GloboEsporte.com)
Contrário à proposta do Governo do RN, José Vanildo busca um entendimento para que o local seja mantido e destinado para a formação de novos jogadores de futebol. O JL não pertence ao governo, mas à população. Existe uma ação no Ministério Público que proíbe a derrubada ou uso da praça esportiva para outro fator. Eu quero que o governo utilize o espaço para o futebol potiguar. Temos uma escolinha para o público infantojuvenil, com apoio da CBF, e esperamos que o governador seja compreensível ao nosso apelo - finalizou José Vanildo.
Por GloboEsporte.comNatal

Nenhum comentário:

Postar um comentário