Pedrinho Eletromóveis

Pedrinho Eletromóveis

Rádio Princesa do Vale

Acompanhe a Rádio Princesa do Vale ao Vivo

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

O comandante: Geninho leva ABC de volta à Série B e conquista Frasqueira.

                A volta do ABC à Série B tem um responsável:Geninho.
  No Mais Querido desde 22 de fevereiro, o técnico trilhou um ano vitorioso após encontrar uma equipe abatida pelos maus resultados do ano e convivendo com o fantasma do rebaixamento de 2015. Com lucidez e tranquilidade, Geninho amadureceu o elenco, indicou reforços, conquistou o Campeonato Potiguar com uma goleada em cima do maior rival e cumpriu nesta sexta-feira a principal meta do ano alvinegro: o acesso. A vitória por 1 a 0 sobre o Botafogo-SP emocionou a Frasqueira, como é chamada a torcida abecedista, que se rendeu ao senhor Eugênio Machado Souto, hoje com 68 anos.

Técnico de futebol desde 1984, Geninho amadureceu, ao longo dos anos, sua filosofia de futebol e a trouxe para o ABC. Ficou conhecido pelos "pés no chão" nas análises de desempenho da equipe, sem poupar críticas e elogios quando necessário, e lealdade com os jogadores. No seu repertório de títulos, estão incluídos o Brasileirão Série A de 2001 pelo Atlético-PR, a Série B em 2000 com o Paraná e diversos outros estaduais. O Geninho é um cara muito tranquilo de lidar. Todos gostam dele. É um cara muito do bem, mas é claro que cobra muito em campo quando é preciso. O ABC inteiro gosta muito dele - afirmou o volante Anderson Pedra, que já havia trabalhado anteriormente com o técnico. Quis o destino que Geninho encontrasse, no último passo para o acesso, o time da sua família e que o revelou no futebol. Natural de Ribeirão Preto, começou sua carreira no Botafogo-SP e admitiu, antes dos confrontos pelas quartas de final, que teria a família na torcida adversária. Com as arquibancadas do Frasqueirão ao seu lado, superou essa barreira e provou, mais uma vez, o profissional que é. Em declaração após o título do Campeonato Potiguar, admitiu que sua motivação para continuar trabalhando no futebol é o reconhecimento que vem das arquibancadas. A relação de confiança só aumentou durante a Série C, na qual o ABC não perdeu no Frasqueirão. - Com o trabalho de Geninho em andamento, a minha esperança, assim como a de todos os abecedistas, foi renascendo, pois podemos ver, dentro de campo, que toda a bagagem que ele trouxe estava fazendo a diferença para um time que até então não tinha características e padrões de jogo. Vi sentimentos de dúvida e medo se tornarem cada vez mais certeza e confiança. Geninho é sem sombra de dúvidas o maior responsável por nos trazer de volta a Série B. Tirou leite de pedra e transformou um time desnorteado em um time com padrão de jogo definido, em um time com raça de jogar - contou o estudante Matheus Rodrigues, torcedor do Mais Querido. Apesar da conquista do acesso, o caminho trilhado por Geninho com o ABC ainda não acabou. O técnico tem a chance de coroar o ano com a conquista do bicampeonato brasileiro da Série C e, definitivamente, ficar para sempre na memória do torcedor alvinegro. Eu ainda não terminei meu trabalho aqui. Agora que já subimos, vamos tentar ser campeão. Já que deixaram a gente entrar no baile, vamos tentar dançar da melhor maneira. Não vamos disputar estes jogos que faltam como amistoso. Vamos trabalhar para tentar o título. Acho que um bi aqui seria tão festejado quanto o acesso - falou Geninho após o jogo contra o Botafogo-SP.

Por Luiz Henrique*Natal

* Estagiário sob supervisão de Augusto César Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário