Pedrinho Eletromóveis

Pedrinho Eletromóveis

Rádio Princesa do Vale

Acompanhe a Rádio Princesa do Vale ao Vivo

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Free Volley retorna a cena esportiva de Assú depois de 14 anos

O Clube dos Empregados da Petrobras (CEPE) em Assú com toda a sua estrutura incluindo piscinas, área de lazer e o Quintais Restaurante, abrigará o Free Volley 2015 que, será disputado nos dias 04, 05 e 06 de dezembro, uma realização da ‘C’ Promoções com o apoio da Federação Norte-rio-grandense de Voleibol (FNV) que instituiu o torneio como a sexta e última etapa do Circuito Estadual de Vôlei de Praia. Demais parceiros como a Prefeitura Municipal do Assú, Assunet, entre outros, também estão unidos dando suporte a realização.
O local recebeu a visita nesta quinta-feira, dia 29 de outubro do diretor de Vôlei de Praia da FNV, professor Peterson Lucas de Brito Dantas que se reuniu com Carmésio Cabral responsável pela organização do Free Volley e João Nogueira, presidente do CEPE/Assú. O representante da Federação elogiou a organização do evento esportivo pela agilidade com que definiu toda a sua preparação.
Sempre que vamos a alguma cidade visitar temos dificuldade para incutir a cultura do voleibol e passar informação sobre o que é o evento – Circuito Estadual de Vôlei de Praia. Aqui eu não tive essa dificuldade, cheguei e encontrei uma checklist pronta. Eu que faço a checklist e aqui já recebi feita”, destacou Peterson Lucas, acrescentando que a intenção é reunir cerca de, 18 duplas de vôlei de praia, durante os dias de competição.
[Checklist - instrumento de controle, composto por um conjunto de condutas, nomes, itens ou tarefas que devem ser lembradas e/ou seguidas].
Para o empresário João Nogueira, resgatar o Free Volley é relembrar momentos que marcaram a maior competição de vôlei de praia já realizada em Assú.
Como presidente, assumimos a diretoria no ano passado, tivemos a ideia e conversamos com Carmésio, para que com toda a sua experiência, ele pudesse resgatar o Free Volley. Conversando com atletas relembramos os bons momentos da competição. Eu pratico Futsal, mas sempre acompanhei o Free Volley, e a cidade de Assú necessita que ele seja resgatado”. Afirmou João Nogueira.
Sobre mudanças na estrutura física do CEPE que eventualmente venham acontecer, visando uma melhor adequação do local as disputas do Free Volley. João Nogueira registrou que não haverá algo de tão significativo, uma vez que o espaço é bem preservado. No entanto, frisou que pretende contar com o auxílio da organização do torneio na pessoa de Carmésio Cabral e da própria FNV para que, havendo necessidade tais mudanças sejam efetuadas e em decorrência delas o CEPE possa estar o mais perfeito possível.
Com a retomada do Free Volley em 2015, Carmésio Cabral se enche de esperança de que, o evento que não acontece há quase 15 anos, possa ter andamento ininterrupto.
São 14 anos sem o Free Volley. Agora estamos resgatando novamente e eu queria que não parasse mais. Por isso que nós fomos procurar parceiros para a realização. O que queremos é que com esse resgate e com essa sensibilidade que tiveram os diretores do CEPE liberando o local para a realização do evento, ele siga a tendência de evoluir” disse o organizador.
Ainda segundo Carmésio, a premiação, e a taxa de inscrição foi definida pela FNV. Porém, ainda está sendo discutida e, será em breve anunciada.
Free Volley - Assecom.

Nenhum comentário:

Postar um comentário